quarta-feira, 23 de abril de 2008

Geraldo: Who can I trust?

Esse título pode parecer estranho, mas foi o nome do programa que assisti na TV daqui ontem.
Geraldo é um operário de São Paulo que estava questionando porque há tanta corrupção no Brasil e se nos países do primeiro mundo isso também era assim...
Desde de minhas primeiras semanas aqui eu estava pra escrever uma postagem parabenizando as terras Tupiniquins.
Em duas semanas de mestrado escutei o professor de Furniture Systems falar sobre os Irmãos Campanas e dizer que ainda dará uma aula só sobre eles. Em seguida o de Management e Leadership exibiu um vídeo sobre Ricardo Semler e sua empresa Semco, mostrando sua inovadora e ousada forma de gerenciamento discutida exaustivamente em nada mais nada menos que a Harvard.
Ou seja, só tava dando a gente por aqui!!!
Aí, ontem, dou de cara com o Geraldo...
Em rede nacional dizendo: "tem uma frase que não é minha mas eu gosto muito: dê poder a um homem e você o conhecerá de verdade".
Falou sobre as promessas de campanha do Lula, a transformação quando ele assumiu o poder, o MENSALÃO (...) entre outros episódios recentes e vexatórios da política brasileira.
Entrevistou o Suplicy, que foi apresentado como um político em quem ele confiava. Entrevistou o Zé Eduardo Cardozo (adorei essa parte!!! eu só voto nele!!!) por ser considerado um dos políticos mais sérios do Brasil, foi a Brasília, passeou pelo Senado, entrevistou os responsáveis pelas investigações, contestou porque não haviam resultados até hoje, etc...
Pra meu alívio, como a idéia era comparar se isso era um problema isolado do terceiro mundo, usaram histórias da política alemã e francesa pra exemplificar que existem casos no mundo inteiro, o que não deve acontecer é isso virar uma consciência e conduta generalizada.
Mas a gente sabe que esse não é o caso do Brasil...
(Pense positivo, SEMPRE!)

5 comentários:

Dcorrea - Conhecer para melhor viver disse...

Oi prima, sempre passo por aqui para saber como anda a vida no "Novíssimo mundo"; bem, pelo que vejo a adaptação está indo muito bem, progredindo a cada dia que passa! Sucesso sempre para você e o Leandro! A propósito, já que somos blogueiros natos, passa lá no meu blog, não é um "diário" como de praxe dos blogs, mas sim um espaço no qual posto curiosidades, conhecimentos, coisas do gênero:

T+
Daniel Corrêa

Dcorrea - Conhecer para melhor viver disse...

Ops, na verdade acabei esquecendo de comentar este post em particular.
Realmente adorei ter lido isto, é realmente desagradável a generalização do pessimismo e a falta de exaltação do brasileiro com relação ao seu próprio país. Neste mundo tão cheio de mazelas, injustiças e desencantos, ao invés de procurar estímular e destacar as qualidades de seu país, sua terra, o ser humano está cada vez mais habituado a somente reclamar e "exaltar" os problemas, e o buscar por soluções deixa ao encargo da velha e boa frase: "ah, isso é problema dos governantes ... os governantes isso ... governantes aquilo ... esquecendo-se de que são eles que colocam os governantes lá e que muito dos problemas podem ser resolvidos em esferas menores, sem precisar dos ... governantes!

Anônimo disse...

Oi Cintia,
A Juliana me contou sobre sua super mudança de vida!!!Parabéns e muito sucesso para vcs dois ai do outro lado do mundo...Se tiver oportunidade entra no site do Ivan e veja seu blog também(www.ivanalbano.com).
Beijos Malú.

Marininha disse...

Oi Cintia! Meu nome e Marina e eu moro em Brisbane- Australia. Acabei de terminar a minha faculdade de comunicacao aqui e estarei voltando ao Brasil nos proximos meses. Tb vi essa reportagem do Geraldo na TV aqui e achei muito interessante. Acredito que alem da mudanca de postura o Brasileiro precisar acreditar mais no pais. A corrupcao ja faz parte da nossa cultura mas se cada um mudasse um pco acredito sim que futuramente poderiamos ter um pais melhor de se viver... Que os poucos brasileiros como vc nao percam o otimismo nao e verdade? Boa sorte ai.

Cíntia Mistro disse...

Oi, Marina!

Obrigada pelo comentário e pela visita.
Essa semana assisti uma outra reportagem sobre um artista paulistano fantástico. Ainda vou escrever sobre isso no blog.
Acho muito legal ver que aqui, do outro lado do mundo, eles nos admiram e nos dão atenção!

Boa sorte por aí também

Cintia