sábado, 16 de fevereiro de 2008

A Ópera, a Ópera!




Lá estava ela! Linda, ousada, imponente e delicada, tudo ao mesmo tempo!
Estacionada, pousada sobre o mar!!!
Desde que chegamos ainda não tínhamos ido vê-la e eu não estava com a menor pressa porque sei que ainda vou poder aproveitá-la muito, descobrindo cada pedacinho. Mas o primeiro contato foi inesquecível!
E apesar de levar a fama, pra mim ela nem é o item principal. Aliás, não dá pra ter uma peça principal diante de uma baía como aquela, uma ponte como a Harbor Bridge, e o reflexo de tudo isso na água quando anoitece.
Quer saber, acho que talvez ele sim - o reflexo de tudo isso na água- seja a obra mais bonita, o cartão postal de Sydney!!!
Chegamos na orla no final da tarde pra um happy num bar que fica embaixo da Ópera, na beira do mar, com o sol e a brisa batendo na cara. Indescritível!
Ficamos até anoitecer e de repente você tem que começar a olhar tudo de novo porque a paisagem se torna ainda mais linda. Difícil dizer o que era mais bonito...
Então a saída foi curtir muito todas as vistas possíveis e claro, se preparar pra voltar lá ASAP!

Um comentário:

patricia disse...

Tudo isso q vc comentou realmente é deslumbrante . Ao ler o texto voltei no tempo e me senti fazendo parte dessa narração. Os detalhes da Opera q vc não consegue ver qdo se tira uma foto de longe é muito lindo , o seu bar do happy hour talvez tenha sido o nosso tb pois passamos uma tarde lá. E a ponte , ahhhh a ponte q de lá de cima pode se observar toda a baía. Vale cada centavo de dólar q vc paga p ter esse visual . Indescritível . Enfim q vcs aproveitem bastante esse paraíso e eu vou continuar acompanhando vcs . Bjs no coração. Patricia e família.